• Criança

Criança e Adolescente

21/05/2013

INTERNET - Pedófilo preso em Curitiba é procurado pelo FBI

Compartilhar no Facebook©

 

Acusado foi capturado em abril numa operação da polícia especial do Paraná; ele divulgava fotos ilícitas de crianças nos Estados Unidos

INTERNET - Pedófilo preso em Curitiba é procurado pelo FBI

Polícia Civil prende homens suspeitos de pedofilia na internet (Divulgação)

Um pedófilo preso há um mês em Curitiba (PR) integra a lista de procurados pelo FBI. A informação foi divulgada nesta quinta-feira pelo Centro de Operações Policiais Especiais (Cope) do Paraná, uma espécie de tropa de elite da localidade. O agente de segurança Waldomiro Rodrigues da Silva, de 36 anos, foi preso no dia 19 de abril numa operação do Cope. Após a captura, a Polícia Federal entrou em contato com a polícia paranaense e informou que o acusado é suspeito de divulgar fotos de crianças em poses sexuais nos Estados Unidos.

A polícia capturou Silva junto com outro pedófilo, Edson Mariano Atanásio, de 29 anos, na cidade de Piraquara, na região metropolitana de Curitiba. Os agentes chegaram até a dupla após uma denúncia feita pelos pais de um menino de 12 anos.

O garoto mantinha uma conversa com Silva no Facebook, onde pedia para ele se exibir na frente da câmera do computador. Os policiais se aproveitaram do espaço virtual e fingiram ser a criança. Ao alegar que não possuíam uma webcam para gravar as cenas promíscuas, o acusado marcou de encontrá-los, pessoalmente, para lhes entregar uma máquina fotográfica. No local combinado, a dupla foi detida.

Junto com eles, ainda foi encontrado um computador contendo 32.000 arquivos - imagens e vídeos - de menores mantendo relações sexuais com outras crianças e com adultos. Silva aparece em algumas gravações. Durante o interrogatório, ele afirmou ter comprado o material de um homem do Rio de Janeiro por 40 reais cada.

O delegado titular do Cope, Amarildo Antunes, disse ao site de VEJA que ele se aproximava das vítimas de três maneiras diferentes: criava perfis falsos de meninas de 12 anos no Facebook, se infiltrava em grupos de escoteiros e de religiosos, e oferecia dinheiro - em torno de 5 a 10 reais - a crianças carentes para manter relações sexuais com elas.

A polícia identificou nove menores vítimas de Silva na região metropolitana de Curitiba. Após a repercussão, as investigações ficaram com a Polícia Federal, que tentava encontrar o pedófilo há um ano e meio.

"Ele tinha uma vida dupla e poderia ser qualquer pessoa", afirmou o delegado, explicando a dificuldade com a qual os policiais se depararam para capturá-lo. "A família dele só descobriu quem ele realmente era quando foi pego."

Eduardo Gonçalves

[Fonte: Revista Veja - Notícia 21/05/2013]

 

Matérias relacionadas:   (link interno)
»  Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes

 

 

Recomendar esta notícia via e-mail:
Captcha Image Carregar outra imagem