• Cabeçalho Criança e adolescente

Criança e Adolescente

21/06/2013

POLÍTICA ANTIDROGAS - 14% dos adolescentes já usaram drogas na capital paranaense

Compartilhar no Facebook©

 

IBGE. Pesquisa foi feita com quase 4 mil jovens com idade entre 13 e 15 anos que cursam o 9º ano do ensino fundamental. 55% disseram que experimentaram algum tipo de bebida alcoólica. Desses, 32% afirmaram que fumaram maconha. Levantamento também apontou que 55% já experimentaram algum tipo de bebida alcoólica.

Em Curitiba, dos 27.277 adolescentes que frequentam o 9º ano do ensino fundamental em escolas públicas e privadas, 3.927 afirmaram que usaram algum tipo de droga ilícita pelo menos uma vez nos 30 dias anteriores a realização do levantamento. O dado foi divulgado ontem pelo IBGE e fazem parte da PeNSE (Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar) 2012.

O índice é de 14% e é quase o dobro da média nacional, de 7,3%. "Esse percentual nos chamou muito a atenção. São adolescentes entre 13 e 15 anos. Das capitais, Curitiba fica atrás apenas de Florianópolis (17,5%) nesse quesito", comentou o chefe do IBGE no Paraná, Sinval Dias dos Santos. A droga mais comum entre esses jovens é a maconha. Quase 32% responderam que já utilizaram a droga e 0,6% contaram que experimentaram o crack.

"Para conseguir os dados mais precisos sobre essas informações, fizemos a pesquisa por auto declaração. Técnicos foram até as escolas e entregaram um mini computador aos jovens. A pergunta não foi direta", conta. Para o professor de psiquiatria da UFPR (Universidade Federal do Paraná) e diretor da Unidade Intermediária de Crise e Apoio à Vida, Hélio Luiz Mauer, os dados são preocupantes. "Temos que considerar que as drogas são substâncias capazes de determinar graves comprometimentos em vários níveis, não só o cerebral como o desenvolvimento de personalidade. Isso mostra que temos que trabalhar em vários níveis para evitar que essa juventude tenha ligações com as drogas", analisa.

A pesquisa também apontou que 55% dos adolescentes da capital paranaense já experimentaram algum tipo de bebida alcoólica. "Isso vem desde o pai, que estimula o uso do álcool porque acha que é normal beber, até os fatores culturais. Às vezes vemos adolescentes com bebida na mão às 7 horas. Não sabemos se estão começando ou terminando a noite", comenta Mauer.

Lina Hamdar, Metro Curitiba

[Fonte: Metro Curitiba - Edição nº 537, Ano 3 - 20/06/2013 - pág. 2]

POLÍTICA ANTIDROGAS - 14% dos adolescentes já usaram drogas na capital paranaense

 

Prefeitura lança Rede Curitiba Cuida

Foi anunciada ontem a criação da rede Curitiba Cuida, para discutir formas de enfrentar o combate as drogas. Serão priorizadas as áreas de prevenção, tratamento e reinserção social.

Para a prevenção, serão dois programas, segundo a Prefeitura. A qualificação inicial de 600 profissionais da Rede Municipal de Ensino, que atingem diretamente 7,7 mil alunos e 21 mil famílias; e a qualificação de 220 representantes de comunidades locais, que irão atuar como multiplicadores.

Com relação ao tratamento estão previstas a implantação de quatro consultórios de rua, instalados em módulos móveis, e os ônibus solidários, que irão percorrer as regiões mais vulneráveis da cidade oferecendo cuidados aos dependentes químicos, desde higiene até tratamento. "A probabilidade de recuperação é muito maior quando o usuário está, de alguma forma, integrado à rede de saúde", afirmou o diretor do Departamento de Política Pública Sobre Drogas, Diogo Busse.

E na reinserção social, uma das ações da rede será o incentivo à formação técnica dos usuários em tratamento. "Não podemos perder um único jovem para as drogas", disse o prefeito Gustavo Fruet.

"A prevenção é a melhor forma de reduzir os custos sociais, mas é preciso que haja corresponsabilidade da sociedade", Diogo Busse, Diretor do Departamento de Polícia Pública sobre Drogas.

Metro Curitiba

[Fonte: Metro Curitiba - Edição nº 537, Ano 3 - 20/06/2013 - pág. 2]

 

Matérias relacionadas:   (links internos)
»  POLÍTICA ANTIDROGAS - Consumo de crack entre estudantes de 13 a 15 anos aumenta, diz IBGE (20/06/2013)
»  Política Antidrogas (índice)

Referências:   (links externos)
»  Metro Curitiba

 

 

Recomendar esta notícia via e-mail:
Captcha Image Carregar outra imagem