• Criança

Criança e Adolescente

12/08/2013

EVENTO - IV Seminário Estadual Estatuto da Criança e do Adolescente

Compartilhar no Facebook©

 

IV Seminário Estadual Estatuto da Criança e do Adolescente

Aconteceu na sexta-feira última, dia 09 de agosto, o IV Seminário Estadual Estatuto da Criança e do Adolescente sediado pela Faculdade Bagozzi, em Curitiba. O evento contou como palestrantes a professora da Universidade Federal do Paraná, Araci Asinelli Luz, o juiz Fábio Brandão e a professora Jucimeri Isolda Silveira.

Além das palestras, o seminário teve oficinas com os temas: Estatuto da Criança e do Adolescente - direitos e deveres; ECA para Trabalhadores da Educação, Família e Relações Interdisciplinares; Aplicação do ECA na gestão pública; A participação do adolescente no controle social das políticas públicas; Relações de gênero, homoafetividade e étnico racial; Copa do Mundo e ações higenistas do Estado; Iniciativas de combate à letalidade infanto-juvenil; Prevenção, superação e combate a psicoativos; Redução da maioridade penal e Violência na primeira infância, invisibilidade nas políticas públicas.

O seminário foi promovido pela APP-Sindicato, Associação para Vida e Solidariedade, Chácara Meninos de 4 Pinheiros, Comissão de Direitos Humanos e Cidadania da Assembleia Legislativa do Paraná - presidida pelo deputado estadual Tadeu Veneri, Conselho Regional de Serviço Social, Faculdade Bagozzi e Pastoral do Menor.

[Fonte: IDDEHA - Instituto de Defesa dos Direitos Humanos]

 

Especialistas da área da infância condenam redução da maioridade

EVENTO - IV Seminário Estadual Estatuto da Criança e do Adolescente

 

CARTAZ - IV Seminário Estadual Estatuto da Criança e do Adolescente

A redução da maioridade penal foi classificada como uma falsa e simplória solução para um problema complexo pelos palestrantes do IV Seminário Estadual sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente, realizado nesta sexta-feira, 9, em Curitiba. O presidente da Comissão de Direitos Humanos e Cidadania da Assembleia Legislativa, deputado Tadeu Veneri (PT), a professora da Universidade Federal do Paraná, Araci Assinelli Luz, a Superintendente de Planejamento da Fundação Social do Paraná, Jucimeri Isolda Silveira, e o juiz da Vara de Adolescentes em Conflito com a Lei Fábio Brandão defenderam investimentos no sistema de proteção social e melhorias no sistema sócio-educativo para formar e amparar crianças e adolescentes.

O Seminário foi promovido pela Comissão de Direitos Humanos e Cidadania, Meninos de 4 Pinheiros, Conselho Regional de Serviço Social, Faculdade Bagozzi, Pastoral do Menor, APP-Sindicato e Associação para Vida e Solidariedade. Mais de quinhentas pessoas participaram das palestras e das oficinas realizadas no auditório da Faculdade Bagozi, no bairro Portão.

"Encarcerar não é a solução. Esta é uma proposta moralista e conservadora, que nós temos que enfrentar ainda que a maioria da população seja favorável. É nosso papel mostrar para a sociedade que se trata de um equívoco, que não se resolve um problema criando outro", disse o presidente da Comissão de Direitos Humanos e Cidadania. A presidente da Fundação de Ação Social de Curitiba, Marcia Fruet, disse que Curitiba ocupa um pouco honroso primeiro lugar em número de crianças e adolescentes encarcerados em todo o país. "Nós temos que mudar esta situação. Está na lei que a criança é prioridade absoluta. É nesse princípio que temos de nos basear", afirmou.

Assinelli Luz disse que os orçamentos públicos devem ser construídos de forma a corresponder ao princípio da criança como prioridade. "Dar uma vida digna a uma criança, uma formação como cidadão num país capitalista e nas dimensões do nosso não é um problema simples. Logo, a resposta não pode ser simples. Por isso, precisamos avançar nas políticas de prevenção e de acolhimento às crianças. "Querem aprisionar as crianças porque o poder público não tem interesse em prender os adultos, os verdadeiros responsáveis pela violência", disse a professora, que fez uma análise das diversas formas de violência que levam uma criança à criminalidade.

O juiz Fábio Brandão questionou se a sociedade realmente sabe o que está debatendo quando discute a proposta de redução de dezoito para dezesseis anos. "Será que temos noção do que isso significa? Será que a população sabe que a cadeia não vai resolver o problema da violência? Aprovar essa proposta seria transferir para alguém que está em formação a falta de responsabilidade da sociedade. Proteger e formar as crianças não é só dever do estado e da família. É uma responsabilidade da sociedade" , afirmou o juiz, citando que há trinta e seis propostas no Congresso Nacional para combater a violência através da redução da maioridade penal. Existem correntes mais moderadas que defendem a redução da idade de aplicabilidade da pena para alguns tipos de crimes até aqueles que acham que a solução está na melhoria do sistema sócio educativo, citou.

A superintendente da Fas, Jocemeri Isolda Silveira, destacou que as tragédias sociais são frutos da desigualdade estrutural do país e que somente um projeto de sociedade que contemple políticas públicas para expansão de direitos é que poderá enfrentar o problema de frente. "Corrigir as disparidades e investir num sistema de proteção social colocaria o nosso país em sintonia com o debate que se faz sobre as políticas públicas de combate à violência nos demais países", comentou Silveira.

Ela citou que o Paraná contabiliza 4,7 mil crianças e adolescentes em acolhimento institucional. Ou seja, de cada mil crianças e adolescentes, 1,6 estão em algum tipo de abrigo ou instituição. Ela destacou ainda que Curitiba ocupa os primeiros lugares no ranking das cidades onde mais se mata jovens entre 15 e 19 anos. "Temos um cenário de barbárie social", afirmou.

[Fonte: Blog do Deputado Estadual Tadeu Veneri (PT) - 09/08/2013]

 

Matérias relacionadas:   (links internos)
»  ECA - Estatuto da Criança e do Adolescente (Lei nº 8.069/1990) - Publicações
»  Eventos
»  Maioridade Penal

Download:   (arquivo PDF)
»  ECA - Estatuto da Criança e do Adolescente, anotado e interpretado

Referências:   (links externos)
»  Blog do Deputado Estadual Tadeu Veneri (PT)
»  IDDEHA - Instituto de Defesa dos Direitos Humanos

 

 

Recomendar esta notícia via e-mail:
Captcha Image Carregar outra imagem