• Cabeçalho Criança e adolescente

Criança e Adolescente

05/10/2017

DEPOIMENTO ESPECIAL - O poder da escuta durante o atendimento de vítimas de violências

 

 

Conheça a escuta psicanalítica - Entrevista com Graça Pizá.

DEPOIMENTO ESPECIAL - O poder da escuta durante o atendimento de vítimas de violências

Uma das grandes contribuições da Lei que garante a Escuta Protegida é a preocupação com a voz das crianças e dos adolescentes vítimas de violências sexuais. Métodos como o depoimento especial e a escuta especializada, por exemplo, foram implementados durante o atendimento para tornar esse processo menos doloroso e complicado.

Para entender esses e outros benefícios, conversamos com a psicanalista Graça Pizá, pesquisadora da área de violências sexuais contra crianças e adolescentes e produtora do filme Afetosecretos (2009), que teve apoio da Childhood Brasil.

Você já ouviu falar sobre a escuta psicanalítica? Saiba mais:

1) O que é a escuta psicanalítica? Qual a relação dela na escuta forense?
Esse tipo de escuta pressupõe, primeiramente, um psicanalista capacitado a tratar a vítima com intenção de tratamento. Seu objetivo será sempre eliminar ou diminuir o sofrimento de uma angústia por meio da identificação de sinais de abuso. Assim, a escuta psicanalítica é uma proposta de intervenção profissional no sofrimento causado pela violência sexual.
A escuta forense, por sua vez, não configura um tratamento, mas é direcionada ao ocorrido e busca a voz da criança, que tem valor. Para um atendimento aprofundado, é importante que os dois tipos aconteçam em conjunto.

2) Qual o grande benefício proporcionado pela escuta psicanalítica durante o atendimento de vítimas de violência sexual?
Em casos de violência sexual, é importante que a criança seja acolhida em ambientes especiais. E isso é previsto pela implementação dos Centros de Atendimento Integrado, locais que fazem uso das escutas forense e psicanalítica. Acredito que o uso conjunto desses dois métodos seja o grande benefício proporcionado pelos psicanalistas durante o processo de atendimento.

3) A escuta psicanalítica ajuda a suavizar os traumas e sofrimentos causados pela violência sexual?
Com certeza, afinal a vantagem desse tipo de escuta é que o psicanalista seja especializado em encontrar sinais e signos que a criança abusada transmite durante uma conversa, por exemplo. O profissional sabe identificar quando a vítima está vivendo uma experiência adulta em um corpo de criança e esse é o primeiro passo para poder ajudá-la.
É importante que a criança consiga expressar o que está sentindo, seja por palavras ou sinais. Durante o depoimento, esse tipo de escuta voltada para a vítima traz muitos benefícios.

[Fonte: Childhood - Pela proteção da infância - Entrevista - 03/10/2017]

 

A importância da proteção de crianças e adolescentes

A importância da proteção de crianças e adolescentes vítimas de violência sexual

A importância da proteção de crianças e adolescentes vítimas de violência sexual

O livro "Crianças e Adolescentes Vítimas ou Testemunhas de Violência Sexual: Metodologias para Tomada de Depoimento Especial", lançado este ano pela editora Appris, é um passo para a compreensão da importância do depoimento especial. Com a metodologia de entrevista forense, a obra descreve e analisa estratégias que buscam reduzir os efeitos do estresse decorrente do ato de prestar testemunho em processos de investigação de crimes de violência sexual infanto-juvenis.

A publicação chama atenção para a necessidade de uma equipe multidisciplinar, capacitada especialmente para realizar as entrevistas com crianças e adolescentes, além de um espaço físico amigável e pensado para acolher as vítimas.

Com o objetivo de auxiliar os órgãos no enfrentamento desse tipo de violência, o livro é resultado de uma pesquisa realizada em 28 países considerados referência em atendimento, além de abordar eixos centrais da Lei nº 13.431/2017, como o depoimento especial, que é a escuta especializada feita em espaços qualificados como centros de atendimento integrado.

Crianças e Adolescentes Vítimas ou Testemunhas de Violência Sexual: Metodologias para Tomada de Depoimento Especial foi lançado pela Childhood Brasil e tem autoria de Benedito Rodrigues dos Santos, professor da Universidade Católica de Brasília, Itamar Batista Gonçalves, gerente de Advocacy da Childhood Brasil, e Vanessa Nascimento Viana, pesquisadora do Instituto WCF Brasil.

Ficou interessado? Clique aqui para acessar o site da editora Appris. Parte do valor arrecadado com a venda da publicação será doada para a Childhood Brasil.

[Fonte: Childhood - Pela proteção da infância - 19/09/2017]

 

Como aplicar a Lei que prevê a Escuta Protegida

Como aplicar a Lei que prevê a Escuta Protegida e ser um protetor da infância na sua região?

Depoimento especial - Publicações e Legislação

Quando estamos diante de injustiças e violências, a vontade de combatê-las surge e nos incentiva a unir forças para mudar a situação. É nesses momentos que nossas ações ganham valor e se mostram extremamente importantes para dar vida a uma nova realidade, seja ela na nossa casa, na vizinhança ou no país inteiro.

Movida pela compreensão de que situações de violências devem ser enfrentadas por todos, a Childhood Brasil produziu uma série de materiais com boas práticas e recomendações para que os municípios brasileiros atendam à Lei 13.431/2017, que entrará em vigor em abril de 2018.

O "Atendimento Integrado a Crianças Vítimas ou Testemunhas de Violência no Planejamento Plurianual dos Municípios e Estados Brasileiros 2018-2021" auxilia os gestores a se adequarem à nova legislação, com ênfase na implantação dos Centros de Atendimento Integrado em seu próximo ciclo de planejamento e orçamentação. Já a publicação "Centros de Atendimento Integrado a Crianças e Adolescentes Vítimas de Violência" apresenta boas práticas e recomendações para uma Política Pública de Estado.

Assim, cada cidadão pode cobrar dos prefeitos e vereadores quais ações para o cumprimento da lei estão previstas no orçamento plurianual, com validade de 2018 a 2021.

Quer saber como tornar sua cidade uma referência no atendimento a crianças e adolescentes vítimas de violência sexual? Confira o passo a passo na cartilha.

Para conhecer algumas experiências de boas práticas no atendimento integrado de crianças e adolescentes vítimas ou testemunhas de violências, conheça também a publicação.

[Fonte: Childhood - Pela proteção da infância - 11/09/2017]

 

- Download PDF -

Crianças e adolescentes mais protegidos contra violências
Lei 13.431/2017 garante escuta protegida e evita revitimização
(Folder)
Informações adicionais:   Lei nº 13.431/2017, de 4 de abril de 2017
[Fonte: Childhooh Brasil]
Download:         [ opção 1 ]         [ opção 2 ]
(formato PDF - tamanho 0,01MB - 2 págs - 2017)

- Download PDF -

Atendimento Integrado a Crianças Vítimas ou Testemunhas de Violência
(no Planejamento Plurianual dos Municípios e Estados Brasileiros 2018-2021)
Cartilha - Implementando a Lei 13.431/2017
Informações adicionais:   Lei nº 13.431/2017, de 4 de abril de 2017
[Fonte: Childhooh Brasil]
Download:         [ opção 1 ]         [ opção 2 ]         [ opção 3 ]
(formato PDF - tamanho 0,37MB - 44 págs - 2017)

- Download PDF -

Centros de Atendimento Integrado a Crianças e Adolescentes Vítimas de Violência
Boas Práticas e Recomendações para uma Política Pública de Estado
(Livro)
Informações adicionais:   Lei nº 13.431/2017, de 4 de abril de 2017
[Fonte: Childhooh Brasil]
Download:         [ opção 1 ]         [ opção 2 ]
(formato PDF - tamanho 2,62MB - 190 págs - 2017)

- Download PDF -

Afetosecretos - Os Sonhos Revisitados
Autora: Graça Pizá   (Produtora do vídeo homônimo)
Apoio: Childhood     Clínica Psicanalítica da Violência
Informações adicionais:   Notícia     Trailer do Vídeo     Livro que acompanha o DVD
[Fonte: Childhood]
Download:         [ opção 1 ]         [ opção 2 ]
(formato PDF - tamanho 0,94MB - 135 págs - 2010 - Edição bilíngue: português/ inglês)

 

Matérias relacionadas:   (links internos)
»   Depoimento Especial
»   Publicações

Notícias relacionadas:   (links internos)
»   (19/09/2017)   PUBLICAÇÕES - Como aplicar a Lei que prevê a Escuta Protegida
»   (28/03/2017)   DEPOIMENTO ESPECIAL - Justiça paranaense dá apoio psicológico a crianças vítimas de abuso
»   (18/08/2016)   DEPOIMENTO ESPECIAL - Tribunal de Justiça do Paraná sediará curso específico
»   (01/06/2016)   DEPOIMENTO ESPECIAL - A importância da escuta protegida
»   Pesquisa Google - Notícias sobre "Depoimento Especial"

Download:   (arquivos PDF)
»   Cartilha - Implementando a Lei 13.431/2017   (Childhood, 2017)
»   Folder - Crianças e adolescentes mais protegidos contra violências   (Childhood, 2017)
»   Livro - Centros de Atendimento Integrado a Crianças e Adolescentes Vítimas de Violência   (Childhood, 2017)

Referências:   (links externos)
»   Childhood Brasil
»   FNP - Frente Nacional de Prefeitos

 

 

Recomendar esta notícia via e-mail:
Captcha Image Carregar outra imagem