• Cabeçalho Criança e adolescente

CAOP Informa

05/09/2018

PUBLICAÇÃO - Projeto pede mais diálogo para prevenção e tratamento do suicídio

Campanha "Quebrando o Silêncio" pede mais diálogo para prevenção do suicídio.

***

Estar atento a sinais que pessoas próximas dão de que pensam em suicídio e dialogar, dando-lhes apoio e o encaminhamento adequado, é fundamental para evitar o pior.
(Foto: Divulgação)

Veja também:

•   O que é o projeto
•   Revista 2018
•   Links de acesso
•   Notícias relacionadas
•   Vídeos
•   Links referenciais

Que o suicídio é um assunto preocupante, disso praticamente ninguém discorda. Mas o tema tem se tornado ainda mais grave quando se pensa nos jovens. Segundo a Organização Mundial de Saúde - OMS, 800 mil pessoas cometeram suicídio em 2015. Isso equivale a um caso a cada 40 segundos. A maioria deles envolve jovens entre 15 e 29 anos, sendo a segunda maior causa de mortes nesta faixa etária.

Psicólogos ressaltam que 80% desses indivíduos enviam sinais em busca de ajuda, e que 90% dos casos poderiam ser evitados com mais atenção por parte de pessoas próximas e ações de prevenção mais efetivas. Para atender a essa necessidade, aconteceu neste sábado (25) o projeto Quebrando o Silêncio, iniciativa da Igreja Adventista mundial, de cunho educativo, que desde 2002 promove ações contra a violência e em favor da vida.

O suicídio foi eleito tema do ano considerando-se o crescente índice de casos pelo mundo. No sábado, igrejas adventistas em todo o Brasil realizaram palestras e passeatas para conscientização e prevenção do problema, além de feiras com atendimento psicológico gratuito.

Dentre os materiais da campanha, a revista Quebrando o Silêncio traz artigos em diversas perspectivas sobre o tema; os mais de 900 mil exemplares impressos serão distribuídos para a população, além de ser disponibilizada uma versão digital.

Para participar de alguma das ações basta procurar uma igreja adventista próxima por meio do site encontreumaigreja.com.br

Informações e materiais da campanha estão no site quebrandoosilencio.org

 

O que é o projeto

Quebrando o Silêncio é um projeto educativo e de prevenção contra o abuso e a violência doméstica promovido anualmente pela Igreja Adventista do Sétimo Dia em oito países da América do Sul, (Argentina, Brasil, Bolívia, Chile, Equador, Paraguai, Peru e Uruguai) desde o ano de 2002.

A campanha se desenvolve durante todo o ano, mas uma das suas principais ações ocorre sempre no quarto sábado do mês de agosto. Este é o "Dia de ênfase contra o abuso e a violência", quando ocorrem passeatas, fóruns, escola de pais, eventos de educação contra a violência e manifestações na América do Sul.

A cada ano um tema é escolhido para ser discutido e abordado com propósito de conscientizar a comunidade, denunciar abusadores e ajudar as vítimas. O tema de 2018 é suicídio.

Da redação

[Fonte: Quebrando o Silêncio - adventistas.org]

 

- Download PDF -

Revista Quebrando o Silêncio 2018
Capa: Página Virada - Alerta Vermelho - Não quero morrer
Editorial: Pedindo Socorro   (suicídio)
Informações adicionais:   Conheça o Projeto     Materiais da Campanha
[Fonte: Quebrando o Silêncio - 2018]
Download:         [ opção 1 ]         [ opção 2 ]         [ opção 3 ]
(formato PDF - tamanho 30,47MB - 28 págs - 2018)

 

Links de acesso:

 

Mais notícias:

  • (31/07/2018)   Quem quer se matar avisa!
    O aumento significativo de vítimas de suicídio, especialmente entre crianças e jovens revelam a importância do estudo e discussão do tema que deve ser entendido por educadores, familiares e toda sociedade.
    (Artigo de Emmanuelle Heradita, Psicóloga Educacional)
  • (24/05/2018)   Bloquear é preciso
    Pesquisa revela que 11% das vítimas de cyberbullying tentaram o suicídio.
    (Psicóloga Simone Bohry fala como evitar o cyberbullying)
  • (24/05/2018)   Caminho que tem volta
    Por ano, 800 mil pessoas tiram a própria vida, segundo OMS - Organização Mundial da Saúde. O suicídio é a 17ª principal causa de mortes em todo o mundo.
    (Texto de Leonardo Siqueira, jornalista e pós-graduado em Jornalismo Científico pela Unicamp/SP)
  • (24/05/2018)   Bullying não é brincadeira
    “O ambiente escolar é um dos que mais concentram casos de bullying”, afirma a psiquiatra Alexandrina Meleiro, do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas de São Paulo.
    (Texto de Anne Seixas, jornalista)
  • (22/03/2018)   Neurocientista ressalta impactos da violência sexual no cérebro
    As consequências do abuso sexual vão desde queda na autoestima e capacidade de relacionamento a perdas de massa encefálica.
    (Dra. Rosana Alves em entrevista para a equipe ASN, com Vanessa Arba)

 

Vídeos:

 

Matérias relacionadas:   (links internos)
»   Publicações: MS - Ministério da Saúde - Suicídio
»   Publicações: Revista Quebrando o Silêncio
»   Publicações: Saúde - Saúde Mental - Suicídio
»   Saúde Mental: Suicídio na Infância e Adolescência

Notícias relacionadas:   (links internos)
»   EVENTO - Prevenção do Suicídio: Conferência e Lançamento do Curso EAD
»   PUBLICAÇÃO - Projeto pede mais diálogo para prevenção e tratamento do suicídio
»   (20/04/2017)   NOTA TÉCNICA - Porto Alegre emite alerta sobre jogo "Baleia Azul"
»   (09/09/2015)   CAMPANHA - Setembro Amarelo: Mês pela prevenção do suicídio
»   (26/06/2015) PUBLICAÇÃO - Violência contra indígenas: números de homicídios e suicídios seguem "assustadores"
»   (12/12/2013) INTERNET - “Sexting” é a mais nova onda entre adolescentes
»   (19/09/2013) SAÚDE - Dia mundial de prevenção ao suicídio
»   (10/09/2013) SAÚDE - Combater o tabu para evitar o suicídio
»   (11/06/2013) SAÚDE - Taxa de suicídio entre jovens cresce 30% em 25 anos no Brasil

Referências:   (links externos)
»  ABP - Associação Brasileira de Psiquiatria
»  CVV - Centro de Valorização da Vida
»   Ministério da Mulher   (Adventistas.org)
»   Quebrando o Silêncio

Recomendar esta notícia via e-mail:
Captcha Image Carregar outra imagem