• Cabeçalho Criança e adolescente

Criança e Adolescente

25/03/2022

Réu denunciado por abuso de crianças é condenado a 59 anos de prisão

Expresso MP

     

     

A partir de denúncia do Ministério Público do Paraná, a Justiça condenou a 59 anos, 4 meses e 22 dias de prisão um homem acusado de abusar sexualmente de crianças em Curitiba. Ele foi investigado pela 1ª Promotoria de Justiça de Infrações Penais Contra Crianças, Adolescentes e Idosos da capital, em conjunto com o Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente Vítimas de Crimes (Nucria) da Polícia Civil, por cometer abusos contra diversas crianças, mantendo ainda relação de confiança com as famílias das vítimas. O MPPR foi notificado nesta sexta-feira, 25 de março, da decisão judicial, que trata de duas dessas crianças.

Conforme a ação penal, o denunciado era uma pessoa conhecida na comunidade em que residia, no bairro Cajuru, como alguém que prestava auxílio a famílias mais vulneráveis, sendo padrinho afetivo de diversas crianças e adolescentes na região. Ele apadrinhava meninos e meninas em situação de risco e que passaram por acolhimentos institucionais, fornecendo auxílio material a suas famílias e doando roupas e brinquedos, buscando assim obter a confiança das vítimas para cometer os crimes de abuso sexual.

Omissão de proteção – A mãe das duas crianças também foi condenada a pena de 40 anos, 7 meses e 12 dias, uma vez que as apurações demonstraram que ela tinha pleno conhecimento dos abusos sexuais cometidos, já que as próprias vítimas haviam lhe relatado. Além disso, mesmo após ter sido alertada, inclusive pelos órgãos de proteção, ela continuou permitindo o contato das vítimas com o abusador, omitindo-se do dever legal de agir.

A condenação considerou os crimes de estupro de vulnerável contra as duas vítimas, além de promover o acesso das vítimas a material contendo pornografia, com o fim de com elas praticar ato libidinoso. Preso desde setembro do ano passado após operação deflagrada pelo MPPR e pelo Nucria, o agressor cumprirá a pena em regime fechado. A mãe das vítimas poderá recorrer em liberdade. A sentença foi proferida pela Vara de Infrações Penais contra Crianças, Adolescentes e Idosos de Curitiba no dia 16 de março. Mais processos, relacionados a outras vítimas, seguem em apuração ou tramitação, sob sigilo, na Justiça.

Processo nº 0000908-83.2021.8.16.0007

Leia também:

01/09/2021 – MPPR e Nucria cumprem mandado de prisão contra homem de 44 anos suspeito de abusar sexualmente de pelo menos nove crianças em Curitiba

Informações para a imprensa:
Assessoria de Comunicação
comunicacao@mppr.mp.br
(41) 3250-4264

Recomendar esta notícia via e-mail:
Captcha Image Carregar outra imagem